free hit
counters
FilipeSilvério - The Lotus Forums Jump to content


FilipeSilvério

Basic Account
  • Content Count

    14
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About FilipeSilvério

  • Rank
    L

More Info

  • Name
    Filipe Silvério
  • Location
    Ribamar
  1. Ainda não li o artigo todo mas parece-me estar bastante completo.
  2. Grande máquina Nuno, parabéns. Esse amarelo tornou-se imagem de marca, precisamente neste modelo e era precisamente um 111S que gostava de adquirir num futuro próximo. Tira-me uma dúvida, os 163g/km( se não me engano) de CO2 indicados pela marca confirmam-se?
  3. Tens a certeza? Tinha ideia que para veículos ligeiros era a partir de 1 de Julho de 2007.
  4. Segundo sei este carro foi sempre de stand. O seu grande atractivo é de facto a baixa quilometragem que apresenta( quase nada) e isso justifica o seu valor elevado. Filipe, sim já paga o novo IUC mas mesmo assim deverá ficar abaixo dos 200€.
  5. Schwantz, tal como já referi, as versões do Elise com o motor 1.8 vão deixar de ser comercializadas, julgo que até final de agosto, por isso não sei até que ponto seria para a revista interessante testar uma versão que vai deixar de existir. Por outro lado testaram o Mégane RS Trophy que é uma versão limitada por isso... Em relação ao Evora concordo, poderiam ter colocado a versão mais potente. O Alfa 147 GTA( acho que era a esse que te referias) foi criado numa altura em que não era aconselhável um carro de tracção dianteira ter mais de 180cv e ele tinha 250cv, por outro lado usava um mot
  6. Boas, não é que tivesse mesmo lido o artigo mas dei uma vista de olhos. Acho que a opção do Elise 1.6 deveu-se ao facto de muito em breve as versões com o motor 1.8 deixarem de ser comercializadas. Não reparei nesse pormenor do Mégane RS ter 350cv mas se na revista está mesmo isso então é gralha. O RS tem 250cv e o RS Trophy tem 265cv. joaoserra, o anterior recorde já era pertence de um Mégane, o R26.R. Ok, era uma versão de track day mas mesmo assim foi um grande feito para um carro com 230cv. O Trophy ainda surpreende mais por ser um carro que mantém a praticabilidade de um carro famili
  7. É pá, grande apresentação existem para aqui versões especiais que, à excepção do VXR220, não conhecia. Tanto quanto sei a versão diesel existiu só mesmo para os recordes e mostrar as potencialidades de um chassis leve e uma carroçaria aerodinâmica com um motor poupado. Acho que nunca tiveram intenções de comercializar uma versão diesel do speedster.
  8. Schwantz, também só dei pela diferença quando o Rúben Almeida pôs o seu Speedster 2.2 lado a lado com um Speedster Turbo de outro colega meu.
  9. Já agora é de referir os spoilers dianteiros que vêm de origem só no turbo e as grelhas da tampa do compartimento da mala/motor também são diferentes.
  10. Pode-se dizer que é um Lotus disfarçado . Um amigo meu também tem um Speedster Turbo mas o dele( ainda) está de origem. E se o dele assim já anda o que anda, o teu nem imagino. Muitos e bons quilómetros com a máquina .
  11. FlyPT, o Rúben está à procura de um gullwing hardtop, estilo o que o Pedro Charais utiliza no sei Elise, e não de um hardtop. Nunca tive conhecimento de o Speedster alguma vez ter tido um original.
  12. O carro ficou realmente mal tratado. Desejo rápidas melhoras para pai e filho.
  13. Hoje vi um Elise S3, cinzento carbono, na A8 sentido Leiria-Caldas da Rainha, antes das portagens de Caldas. Este foi o segundo Elise que vi nas ruas portuguesas e o primeiro que vi em movimento.
  14. Um tutorial digno de ser acompanhado . Também eu estou a equacionar a hipótese de mandar vir da Inglaterra um destes maravilhosos espécimes e com um tutorial destes a vida depois fica muito mais facilitada. Continuação de bom trabalho.
×
×
  • Create New...