free hit
counters
MFernandinho - Topics - The Lotus Forums Jump to content


Recommended Posts

Bom dia a todos,

Serve o presente, para dar a conhecer a minha pessoa...

O meu nome é Márcio Fernandinho, tenho 29 anos e resido em Castelo Branco, onde entre outras coisas alimento meu hobby de Automóveis e Motos (fundamentalmente Antigos e Clássicos).

Sou Secretário do Clube Automóveis Antigos de Castelo Branco (www.caacb.pt) que detêm na sua “carteira de Sócios", vários elementos amantes de Lotus.

Tenho ao longo destes anos participado activamente em restauros de fundo em variados veículos de entre eles alguns Lotus, nomeadamente Lotus Elan S2, Elan S4, Europa Twin Cam Special e Seven S4.

Lá em casa reina o prazer automóvel e o bichinho foi cultivado essencialmente pelo meu Pai, Manuel Fernandinho que adquiriu o seu primeiro antigo nos anos 70, desta feita um Morris Eight “E” Series - 2 Door de 1947.

Residem na garagem, alguns Automóveis Antigos e Clássicos desde a década de 20 até Pré-Clássicos dos anos 90. Nenhum Lotus... porque ainda n apareceu o The one.

Já efectuei várias importações de automóveis clássicos de variados países, tais como México, Itália, França, UK. Se for necessária ajuda para alguma coisa... estou disponível, o mesmo para aquisição de peças, contactos de fornecedores, informação de época etc etc etc,

Desde já felicito o Club Lotus Portugal pelo excelente trabalho desenvolvido e claramente em muito o responsável pelo revitalizar da marca em Portugal.

Não me alongo mais,

Cumprimentos!

Link to post
Share on other sites

Upgrade today to remove Google ads and support TLF.
  • Replies 5
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Tive o prazer de conhecer o Márcio e o António Ramos, Presidente do CAACB por altura do passeio que o Club Lotus fez ao Fundão onde fomos extremamente bem tratados por todos, num fim de semana que ficou marcado na história do clube.

Depois fomos falando sobre restauros e posso dizer que o Márcio é uma mais valia para este forum em termos de conhecimento que se pode revelar muito útil para quem está ou pensa restaurar um lotus. Acompanhei o trabalho que ele fez num Europa TC e posso dizer que foi dos melhores Lotus clássicos que já vi, mesmo antes de estar terminado.

Obrigado pelas tuas palavras sobre o clube. Às vezes não nos conseguimos aperceber do impacto das nossas acções mas se alguém de fora nos diz que contribuimos para o ressurgimento da Lotus em Portugal, ficamos extremamente contentes.

Bem vindo!

Márcio, só por curiosidade tens de nos dizer o que tens lá pela garagem! :)

Rui Pedro Coelho

Link to post
Share on other sites

Márcio,

Tenho um conhecido aqui de Penafiel que comprou um Lotus Cortina MKI.

Ainda não vi o carro mas já me pediu ajuda para encontrar os emblemas Lotus exteriores e uma culassa (!)

Alguma ideia?

Rui Pedro Coelho

Link to post
Share on other sites

Márcio,

Tenho um conhecido aqui de Penafiel que comprou um Lotus Cortina MKI.

Ainda não vi o carro mas já me pediu ajuda para encontrar os emblemas Lotus exteriores e uma culassa (!)

Alguma ideia?

Rui,

O Cortina Lotus MKI foi fabricado entre 1963 e 1966. Nesse mesmo período esteve em Produção o Elan Type 26 (1962-1966), Type 36 (1965-1973) e Type 45 (1966-1973).

Usa os mesmos emblemas que eram colocados no Elan. Isto porque, como é sabido, Colin Chapman era mt versátil quanto à aplicação de peças :yes:

O Cortina Lotus MKI usa emblemas Lotus, na frente (grelha right-hand) e na traseira junto ao angulo da faixa verde.

Tanto quanto sei o MKI não usa originalmente, emblema no painel posterior, apesar de ser comum ver MKI's com o emblema ai colocado.

Quanto à culassa... é uma questão comum em Lotus e um artigo cada vez mais difícil de encontrar.

Como sabes, a Ebay é uma excelente fonte de fornecimento, mas há que ter sempre especial atenção neste tema.

As culassas originais Lotus foram fabricadas com Alumínio de qualidade algo duvidosa e em fundição da mesma estirpe... se analisares uma culassa original vais verificar altos níveis de porosidade... o que leva a que ao longo do tempo sejam alvo de várias intervenções.

Normalmente aparecem culassas que foram faceadas até ao limite e muitas vezes para lá do limite... e quando falamos do campo "válvulas" já vi de tudo um bocadinho ...

Neste momento já é possível adquirir culassas de fabrico novo (ainda que sejam réplicas) de construção mt mais fiável, com melhorias signficativas tais como câmaras de admissão e escape calibradas, alumínio de "top quality" e seguramente rentabilidade e duração muito mais elevadas que as originais.

É tudo uma questão de "purismos" vs "fiabilidade" ainda com a condicionante (ou não) de custos.

Rui, espero ter ajudado!

Abraço,

Link to post
Share on other sites



×
×
  • Create New...