free hit
counters
Lotus Elise S1 - Topics - The Lotus Forums Jump to content


Lotus Elise S1


Recommended Posts

Tenho um Lotus Elise  S1 com menos de 40.000km mas cerca de 15 anos comprado na Suiça onde residia.

 

Até aqui nunca tive problemas de particularidade gravidade: com 10.000 km tive que mudar as bombas da embraiagem e de novo ultimamente. Foi tudo.

 

Agora começou com o termómetro a aquecer, sobretudo a andar em para-arranca, ultrapassar os 100º e desligando o motor regressa a uns respeitáveis 90-94 e depois recomeça. A andra normalmente ou a puxar por ele não há problema.

 

Na garagem onde costuma ficar de dia enquanto trabalho, disseram-me que devia ser um problema da Centralina que não dava ordem de ligar  o ventilador, era o problema desses motor Rover, e que o melhor era vender o carro... Como imaginam a sugestão não me agradou.

 

Parece-lhes que é lógica esta explicação? Vale a pena trocar a Centralina? Onde? Como?

 

O carro não foi modificado (à parte o escape Suiço que foi à vida de engasgado que estava...)

 

Agradeço sugestões

 

João :huh:

 

Link to post
Share on other sites

Upgrade today to remove Google ads and support TLF.
  • Replies 8
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Bom dia João.   Ás dicas que o Rui Coelho deu pouco existe a acrescentar.   O melhor conselho que o Rui lhe deu e eu subscrevo inteiramente é mesmo nunca acreditar nos disparates que são ditos pel

Se quiser saber mais sobre o "palavrão" que o Albino disse, o PRRT, tem aqui muita informação: http://wiki.seloc.org/a/Pressure_Relief_Remote_Thermostat   Basicamente é um termostato remoto que fun

Caro João,   Quando nos contactar para o email terei gosto em lhe indicar uma oficina ligada aos Lotus que é de confiança do nosso clube, na zona de Lisboa.   Cumprimentos.

Caro João,

Este é o típico caso de que a má fama dos motores Rover muitas vezes acontece mais por maledicência e falta de informação do que propriamente problemas reais. 

 

O Elise, tal como qualquer outro carro da sua época tem como principio de funcionamento da ventilação, a captação de temperaturas altas por meio de um termostato e a consequente activação eléctrica da ventoinha. Há dois sensores de temperatura da água, um para controlar a entrega de combustivel quando o motor não está à temperatura ideal de funcionamento e outro para controlar a entrada em acção do ventilador. O Elise contém um ventilador por baixo do radiador que é ligado por meio do sensor de temperatura na tubagem. Liga-se quando a temperatura da água atinge cerca de 99-102 °C, e volta a desligar cerca dos 90-92 °C. Estes sinais eléctricos são controlados pela centralina mas esta acção depende da leitura correcta dos sensores, pelo que a haver problemas, quase sempre acontecem primeiro nestes sensores.

 

O comportamento do seu carro é absolutamente normal nestas condições. Mais se prova que o circuito está a cumprir o que é devido já que a temperatura não ultrapassa em muito os 100º e que volta rapidamente a establizar. Devido à colocação central do motor, este problema de aquecimento quando parado é tipico destes carros devido à pobre ventilação forçada e por essa razão muitas vezes o pára-arranca é olhado com pânico por qualquer proprietário de um Elise. Diz-se, por piada, que um condutor de Elise passa mais tempo a olhar para a temperatura da água do que para a estrada!

 

O meu conselho, tenha sempre em atenção a temperatura da água e esteja atento à entrada em funcionamento da ventoinha a rondar os 100º. Mais do que isso é “sofrer por antecipação”. Se quiser saber mais sobre este assunto: 

http://goo.gl/dLvNR9

 

Para finalizar gostaria de o convidar a contactar pelo email [email protected] para nos enviar os seus dados para inscrição no clube, isto se ainda não faz parte. Gostariamos de saber a matricula e obter algumas fotos do carro para fazerem parte do nosso arquivo de quase 400 Lotus registados em Portugal.

 

Obrigado pelo contacto!

Rui Pedro Coelho

Link to post
Share on other sites

Muito obrigado caro Rui

 

Vou tentar fazer alguma fotografias quando o sol voltar assim como os dados solicitados..

 

Vou tentar ver se com as suas dicas alguma coisa se resolve..

 

Abraço

 

João

Link to post
Share on other sites

Bom dia João.

 

Ás dicas que o Rui Coelho deu pouco existe a acrescentar.

 

O melhor conselho que o Rui lhe deu e eu subscrevo inteiramente é mesmo nunca acreditar nos disparates que são ditos pela grande maioria das oficinas e mecânicos que nos aparecem pela frente, quase sempre sem saberem o que dizem e sem conhecimento real destes Lotus, mas sempre prontos a passar atestados de óbito ao carro inglês.

 

Por muito que lhe digam estes Elises são muito fiáveis e os males que padecem são hoje em dia conhecidos de todos e implicam o gasto de poucos €€ para serem resolvidos.

 

Os "males" que regista são próprios do Elise S1 ter motor central traseiro, radiador frontal e vir de origem com o termóstato colocado no sitio errado (no ponto de entrada da água no interior do motor e não à saída do mesmo, defeito que se corrige com um kit PRRT).

 

Acrescento que deve verificar também o funcionamento do termóstato e em especial do radiador do Elise, pois estas peças perdem capacidade de desempenho com os anos e em especial com o tipo de anticongelante que se usa (são peças que custam perto de € 250,00 + mão de obra para serem substituídas).

 

Aproveite para verificar também o estado dos tubos de borracha de todo o circuito de arrefecimento do seu Lotus pois 15 anos já é uma idade avançada para este tipo de tubos (não vá mais dia menos dia aparecer uma rutura de um tubo + consequente fuga de água + aquecimento do motor + etc, etc).

 

Bons kms.

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Se quiser saber mais sobre o "palavrão" que o Albino disse, o PRRT, tem aqui muita informação:

http://wiki.seloc.org/a/Pressure_Relief_Remote_Thermostat

 

Basicamente é um termostato remoto que funciona tomando em conta não só a temperatura da água mas também o regime do motor. No fundo uma duplicação da protecção. Há pessoas que optaram por montar este dispositivo por uma questão de precaução contra falhas da junta da cabeça.

 

Se um dia for a sua opção, podemos indicar onde encontrar.

Cumprimentos

  • Like 1

Rui Pedro Coelho

Link to post
Share on other sites

Muito obrigado pelas dicas.

Não deixarei de fazer verificar as borrachas dos tubos também, até porque já tive dissabores com o outro carro que tenho: um Opel Calibra 4x4 turbo Irmscher de 1993, também vindo da Suiça na mesma altura queo Elise, que por causa disso queimou a junta da cabeça.

O Kit PRRT parece interessante, o mais dificll é encontrar alguém aqui por Lisboa, que o faça sem custos excessivos e com competência...

 

Para já estou mais tranquilizado

 

Cumprimentos

Link to post
Share on other sites

Caro João,

 

Quando nos contactar para o email terei gosto em lhe indicar uma oficina ligada aos Lotus que é de confiança do nosso clube, na zona de Lisboa.

 

Cumprimentos.

  • Like 1

Rui Pedro Coelho

Link to post
Share on other sites
  • 6 months later...

Preciso de "Ajuda"...

O meu Elise S1 quando cheguei à garagem estava a pingar por baixo do motor...

O nível de óleo estava correcto, havia liquido que pingava do reservatório do arrefecimento, mas este até parecia estar com excesso de líquido que pingava por baixo do depósito como se tivesse havido demasiada pressão dentro e se tivesse criado um furo de escape por baixo.

Alguém tem alguma ideia do que pode ter acontecido? chegava a Lisboa de viajem curta s.p. (40 km) e de 10 minutos de para arranca. Termómetro nos arredores dos 100º...

 

Obrigado 

João Hipólito

Link to post
Share on other sites

Bom dia João.

 

Para diagnosticar o problema descrito os Elises não ajudam pois têm fundo plano metálico total em toda a extensão do carro, fundo que tapa a vista dos componentes e desvia, neste caso, as águas, do seu local de saída no compartimento motor.

Atenção que este fundo plano não é um "defeito" (infelizmente nestes carros tudo lhes é apontado como defeito quando surge alguma avaria) mas uma simples característica de fábrica, coincidente com as regras aerodinâmicas dos carros de corrida.

Para o ajudar precisava de saber primeiro se o João chegou a fazer alguma reparação quanto aos posts descritos atrás?

 

De qualquer modo:

 

A.1- O problema pode ser devido à ruptura de um tubo de água do motor;

A.2- E esses tubos poderão ser aqueles existentes entre o motor e o habitáculo, mais perto do escape do motor e sujeitos a temperaturas mais elevadas;

 

B.3- Se os tubos de água estiverem bem, existe alguma coisa que está a impedir o arrefecimento da água do motor,;

B.4- Que poderá ser o termóstato avariado e bloqueado;

B.5- Ou o comando/ventilador/fusível/ralé do radiador frontal que está avariado e este não liga;

B.6- Avarias que em trânsito de para/arranca não arrefecem a água, o circuito de arrefecimento aquece muito, a sua pressão aumenta, a água do motor ferve e acaba por escapar pela tampa do depósito (pois as tampas dos depósitos de água dos circuitos de arrefecimento são concebidas para aguentarem uma pressão de pouco mais de 1 bar, daí para cima a água sai mesmo - POR REGRA DO FABRICO AUTOMÓVEL, NÃO PORQUE OS LOTUS SÃO MAL FEITOS);

B.7- Aqui convêm saber bem do estado do radiador frontal, pois com os anos todos os radiadores vão entupindo com detritos, óxidos e calcários e perdendo desempenho e capacidade de permuta de temperatura;

 

C.8- Se não for nada disto então o João está mesmo com azar pois a junta da colaça cedeu, os gases dos cilindros passam para o circuito da água a muita elevada pressão e a água escapa por qualquer sitio;

C.9- Mas isto é muito muito pouco provável;

C.10- Pois os LOTUS NUNCA AVARIAM NEM SÃO MAL FEITOS;

C.11- Mas se for o caso resta o consolo que as outras marcas de carros sofrem do mesmo mal e em muito maior escala, só que não se fala tanto.

 

Cumprimentos,

Link to post
Share on other sites



×
×
  • Create New...